quinta-feira, abril 23, 2009

25ª Jornada

Na 25ª Jornada os jogos foram:

V. Guimarães - 1  Sporting - 2  (Bruno Paixão)

No período de descontos da primeira parte é bem anulado um golo a Daniel Carriço 
por pé em riste em lance disputado com Gregory. Aos 56' Roberto 
inaugura o marcador para o V. Guimarães ao cabecear após cruzamento de Andrezinho. No minuto seguinte Derlei deveria ter visto o cartão vermelho por entrada com 
os pitões sobre Gregory. Erro a favor do Sporting. No minuto 76 fica novo cartão vermelho por  mostrar, desta vez a Luís Filipe por entrada com
 os pitões sobre Polga. Erro contra o Sporting. Aos 81'
 Derlei empata a 
partida de cabeça após livre de Moutinho. Aos 89' Liedson 
coloca o Sporting em vantagem ao rematar fora do alcance de Nilson após boa assistência de Derlei. 1 erro a favor outro contra, passando o Factor de Colo para 14/17, sem alteração da Colossificação que se mantém em +2.


Académica - 0  F. C. Porto  - 3  (Olegário Benquerença)

No minuto 43 fica uma grande penalidade por assinalar contra o F. C. Porto por corte de Raúl Meireles
 com o braço 
após livre de Tiero. Erro a favor do F. C. Porto. No minuto 47 é bem anulado um golo à académica por
 falta sobre Rolando impedindo-o de chegar à bola. Aos 57' Rolando 
inaugura o marcador ao cabecear após cruzamento de Raúl Meireles. No minuto seguinte Amoreirinha faz falta sobre 
Lisandro no interior da área, 
sendo o próprio Lisandro a converter a grande penalidade. No minuto 94 Mariano 
Gonzalez estabelece o resultado final, mas Farias, que combina com Hulk, está em posição
 irregular no momento em que Hulk lhe endoça abola. 2 erros a favor do F. C. Porto, passando o Factor de Colo para 19/17, sem alteração da Colossificação que se mantém em +4.


V. Setúbal - 0  Benfica - 4  (Artur Soares Dias)

Aos 25' Nuno Gomes inaugura o marcador de 
cabeça após cruzamento de Sidnei. 2 minutos depois Cardozo faz o segundo golo ao rematar já perto da baliza após
 livre de Carlos Martins. No minuto 39 fica uma grande penalidade por assinalar a favor do Benfica quando Robson intercepta com o braço
 um remate de Cardozo. Erro contra o Benfica. No final da primeira parte Cardozo
 volta a marcar com um remate cruzado após assistência de Reyes. Aos 70' Nuno Gomes estabelece 
o resultado final com um remate forte após assistència de Di Maria. No minuto 87 fica uma grande penalidade por assinalar contra o Benfica quando David Luiz derruba 
Leandro Lima com um toque no joelho. 1 erro a favor outro contra, passando o Factor de Colo para 18/23 sem alteração da Colossificação que se mantém em +3.

Etiquetas:

11 Apitos:

Anonymous Bruno disse...

Foi mais ou menos de encontro à opinião geral, exceptuando o lance do "penalty" do Robson, completamente em desacordo e és o primeiro a dizer que aquilo é penalty, é um remate à queima roupa onde ele não faz qualquer movimento intencional e ele além disso tem a cara virada no sentido oposto ao da bola.

Tirando isso, boa analise.

12:25 da tarde, abril 24, 2009  
Blogger André Leal disse...

Por acaso discordo da análise ao golo anulado ao Sporting. A mim, depois de ver as imagens no trio de ataque, parece-me que o defesa vimaranense vê que o Carriço vai chegar à bola pontapeia-o, ainda que sem violência. O Carriço, como estava a saltar à bola tinha o pé mais elevado mas não ia apontado ao defesa que promoveu o contacto. Aquilo não é um remate falhado. É nitidamente o jogador a tentar resolver em desespero uma bola que ia perder para um golo quase certo.

O lance do Robson para mim é penalty porque ele, com o seu movimento voluntário, alarga o seu perímetro com os braços, logo é penalty.

5:16 da manhã, abril 25, 2009  
Anonymous Anónimo disse...

Um árbitro deixa uma equipa jogar com um jogador a mais, por sinal esse jogador a mais marca um golo e faz um passe para outro, tal equipa ganha por um golo de diferença, e não há influência da arbitragem ...!?

1:41 da manhã, abril 27, 2009  
Blogger OLeãoRampante disse...

O engraçado é pores a imagem do momento (e muito bem) em que o carriço ganha a bola, e não dizeres nada acerca do pé do Gregory...mas tá bem. Outra coisa é não referires que o árbitro nada assinala nesse exacto momento. Mas também tá bem. Ainda outra coisa é não falares da entrada do Luis Filipe, que também leva amarelo, ou seja, o árbitro seguiu o mesmo critério, que é o que se pede.

MAS TÁ BEM...

Sou do Sporting, obviamente, mas se vires no que escrevi alguma ponta de facciosismo gostava que me dissesses onde.

10:18 da tarde, abril 29, 2009  
Blogger OLeãoRampante disse...

Aliás, falaste da entrada do Luís Filipe, e mais uma vez digo que é uma questão de critério. Obviamente que será para vermelho, mas o que falta nas arbitragens é critério. Se houvesse critério, seria igual para ambas as equipas, e o facto de ser ou não ser Vermelho, já seria secundário. As mesmas regras para todos é o que se pede.

10:22 da tarde, abril 29, 2009  
Blogger quartoarbitro disse...

Bruno, relativamente ao penalty, não sei se fui o primeiro a achar que era, mas não fui certamente o único, como podes ver pela opinião do André e pela opinião de 2 dos 3 árbitros do tribunal d'O Jogo.

andré, quanto a mim é pé em riste do Carriço, pelo facto de entrar com os pitões à bola, enquanto que o jogador vimaranense, apesar de na altura do contacto estarem com os pés praticamente à mesma altura, tenta jogar a bola de baixo para cima, pelo que é Carriço que faz jogo perigoso.

anónimo, são os critérios definidos pelo blogue, em todos os jogos e para todas as equipas: as expulsões só contam para o Factor de Colo e não para a Colossificação já que na maior parte dos casos é subjectivo dizer se uma expulsão influencia ou não o resultado do jogo. por vezes é com 10 que as equipas passam a jogar melhor.

leaorampante, quanto ao lance do Carriço, já descrevi acima, o facto de o árbitro nada ter assinalado no momento e só depois penso que por indicação do fiscal de linha terá assinalado a falta. quanto a este facto, ainda bem que assinalou, apesar de tardiamente, caso contrário isso sim seria um erro. relativamente ao lance do Luís Filipe, é certo que mostrou amarelo, tal como no lance do Derlei, pelo que aceito que tenha tido o mesmo critério durante o jogo, mas aqui analisa-se o critério entre os diferentes jogos, caso contrário poderíamos ter um jogo em que se podia dar porrada à vontade e o árbitro mantinha o mesmo critério ao longo do jogo, não expulsava ninguém e era uma festa.

10:59 da tarde, abril 29, 2009  
Anonymous Bruno disse...

Quarto árbitro, mas afinal agora já vale a pena pôr o tribunal ojogo ao barulho? Na maioria das vezes que tens o tribunal ojogo contra ti não interessa, agora já interessa?

Mas pronto, não és o único, tens mais 2 a apoiar-te, pena é que tenhas contra ti uma carrada deles...cruz dos santos, paulo paraty, dias ferreira, guilherme aguiar, o cromo do silvio, o vasconselos, o rui Oliveira costa, etc...etc...nenhum destes (que inclui benfiquistas) achou penalty, como justificas isso?

11:25 da tarde, abril 29, 2009  
Blogger quartoarbitro disse...

o tribunal d'O jogo foi só para te mostrar que não fui o único a achar que era penalty. naturalmente não são as opiniões deles que definem o que é publicado no blogue, que graças a deus ainda consigo pensar pela minha cabeça e tento ser coerente com as análises ao longo da época, o que nem sempre verifico nas análises desse "tribunal".

11:52 da tarde, abril 29, 2009  
Anonymous Bruno disse...

lol mas obviamente que o "és o primeiro a dizer que aquilo é penalty" foi uma forma de expressão, mais concretamente uma hipérbole, no sentido de teres uma opinião contraria à larga maioria absoluta, isso por norma significa muita coisa.

Para cumulo, eu nem disse que foste o único, disse que foste o primeiro.

12:11 da manhã, abril 30, 2009  
Blogger OLeãoRampante disse...

Acho de uma honestidade fantástica teres respondido. Só prova que não tentas ser faccioso. FOi a primeira vez que aqui vim e fiquei agradavelmente surpreendido.

No entanto gostava de mais uma vez referir que o pé do gregory tb está em riste e em caso de dúvida, beneficia-se o ataque. Se é que se aplica aqui.

Relativamente ao critério, discordo completamente contigo. Quando dizes que iria haver só porrada, isso não seria verdade... Até porque se o árbitro segui-se o critério, neste caso, à segunda já estariam na rua. E digo-te também que eu acho bastante mais importante seguir-se o critério jogo a jogo. Assim também seria justo e não traria dissabores a ninguém. Lembro-me de um jogo do Sporting na Figueira da Foz, em que o Derlei foi, e bem, expulso, mas em que depois os jogadores da Naval fartaram-se de dar porrada. Acabou o Sporting com 9. Facilmente se conclui que não foi por mostrar o vermelho a Derlei que os jogadores da Naval pararam de dar porrada. Um outro "pormaior" é que o Derlei tinha pouco antes levado uma cacetada de um jogador da Naval que era para cartão vermelho.

Este simples exercício de memória acho que comprova os argumentos que atrás apresentei.

Um abraço

9:39 da tarde, abril 30, 2009  
Blogger André Leal disse...

Quartoárbitro:

O lance é do Carriço é muito parecido com um protagonizado pelo Beto sobre o Liedson num jogo na Luz e que deu penalty para o Sporting (acho que ficou 1-3 para o Sporting). A diferença é que, dessa vez, estava do outro lado o Beto (caceteiro convicto) e acertou-lhe em cheio na sola. Na altura, talvez pelo historial do Beto, ninguém considerou, e para mim, bem, que fosse jogo perigoso do Liedson que, tal como o Carriço, estava a cair, logo, com a sola apontada para o chão. Ainda para mais, se nesse lance o Beto estava nitidamente a tentar jogar a bola, neste vê-se que o jogador, ao sentir a jogada perdida, faz um movimento unicamente para prejudicar o Carriço.

1:09 da tarde, maio 01, 2009  

Publicar um comentário

<< Home